Os dentes são importantes para a Reflexologia?

A Reflexologia dentária é o sistema de reflexologia que faz a relação da boca e dos dentes com os órgãos e tecidos do corpo humano.

Os dentes são parte integrante do corpo e devem por isso serem bem tratados O correto ou incorreto tratamento destes vai ter séries implicações nos principais órgãos vitais e nas emoções que possamos vir a ter.

Um dente que apresenta um problema é uma fonte de informação a nível físico, mental e emocional. Se o dente tem um processo inflamatório crónico, uma restauração, uma doença periodontal ou um granuloma que a pessoa considera inofensivo, esse dente pode ser a causa escondida de uma dor ou disfunção crónica num órgão à distância com o qual está conetado.

Cada dente está relacionado com um órgão dos sentido, parte da musculatura e articulações, segmentos da espinha dorsal, vértebras, glândulas endócrina, órgãos Ying e Yang, elementos, meridianos, emoções positivas e negativas. Cada agrupamento de dentes liga-se a um determinado sistema e a uma emoção. As relações dos 32 dentes, são constante independente da localização: maxilar superior, ou inferior e/ou lado esquerdo, ou direito.

Agrupamento:

· Os Incisivos — Elemento água — Meridianos dos Rins e Bexiga.

 Centrais relacionam com o sistema nervoso. São dentes da inteligência e principalmente da personalidade.

 Laterais são os dentes referentes ao relacionamento. Também têm relação com os órgãos dos sentidos.

· Caninos – Elemento madeira — Fígado e Vesícula.
São os dentes correspondentes ao sistema circulatório. Os dentes do inconsciente, do lado animal, que todos temos.

· Pré-Molares — Elemento metal — Pulmão e Intestino Grosso.
Correspondem ao sistema excretor. Relacionam-se no contexto emocional, à segurança. Alterações neles denotam modificações quanto às reações de ataque e defesa, amor e ódio.

· Molares

Primeiros e Segundos molares — Elemento Terra — Estômago e Baço Pâncreas.
São dentes muito importantes, pois correspondem ao processo hormonal (glândulas endócrinas e hormonas). Estão relacionados com os Chakras.

Terceiros molares — Elemento Fogo — Coração e Intestino Delgado.
Conhecidos como dentes dos siso, nascem por volta dos 20 ou 21 anos e correspondem ao sistema linfático. Representam a perceção que o indivíduo tem de si mesmo.

Em detalhe os dentes (de acordo com a nomenclatura dentária universal):

Dentes n.º 1 e n.º 16: O dente do siso superior direito e dente do siso superior
esquerdo. Esses dentes estão ligados à hipófise, sistema nervoso central e sistema límbico, ouvido interno, língua, o lado lateral dos ombros, cotovelos e mãos, lado plantar dos pés, dedos dos pés, à articulação sacroilíaca, coração, duodeno, ileum terminal e músculo trapézio médio.
Dentes n.º 2 e n.º 3: O segundo molar superior direito e o primeiro molar superior direito. Esses dentes estão ligados ao pâncreas, esófago e mama, seio maxilar orofaringe, as amígdalas, laringe, mandíbula, parte anterior do quadril, articulação medial do tornozelo. O dente 2 também está associado ao músculo abdominal e à glândula paratireoide, enquanto o dente 3 está ligado à tireoide.
Dentes n.º 4 e n.º 5: Os dentes pré-molares superiores direitos estão ligados ao nariz, pés, pulmões e intestino grosso, ao seio etmoidal, lado medial dos ombros, cotovelos e mãos. O dente 4 está também associado ao timo, ao diafragma e às mamas, enquanto o dente 5 está ligado à glândula hipófise.
Dente n.º 6: O dente canino superior direito está ligado ao lobo intermediário da hipófise e à parte posterior dos joelhos e dos olhos, ao hipotálamo, fígado, vesícula biliar com os seus ductos, ao seio esfenoidal, amígdala, quadril e maléolos.
Dentes n.º 7, n.º 8, n.º 9 e n.º 10: O incisivo lateral superior direito, incisivo central superior direito, incisivo central superior esquerdo, incisivo lateral superior esquerdo. Estes dentes estão ligados à glândula pineal, rim, bexiga, ovários, útero, testículos, próstata, reto e ânus, nariz, seio frontal e esfenoidal, parte posterior dos joelhos e tornozelos. O dente 7 também está associado ao subescapular direito, enquanto o 10 está ligado ao subescapular esquerdo. Os dentes 8 e 9 estão ligados aos flexores e extensores do pescoço.
Dentes n.º 11: O canino superior esquerda está ligado ao lobo intermediário da glândula hipófise, hipotálamo, amígdalas e fígado, parte posterior dos olhos e joelhos, maléolos e quadril.
Dentes n.º 12 e n.º 13: Os pré-molares superiores esquerdos estão ligados ao intestino grosso e aos pulmões, nariz, lado medial do ombro, cotovelo e mão, pés e hallux. O dente 12 também está ligado ao lobo posterior da hipófise, enquanto o dente 13 está relacionado à glândula do timo, à mama esquerda e ao diafragma.
Dentes n.º 14 e n.º 15: O primeiro molar superior esquerdo e o segundo molar superior esquerdo. Estes dentes estão ligados ao baço, esófago, estômago, mamas e tireoide, língua, seio maxilar, parte anterior do quadril e joelhos O dente 14 também está ligado ao grande dorsal, e o dente 15 está relacionado à glândula paratireoide e aos músculos abdominais.
Dentes n.º 17 e n.º 32: O dente do siso inferior esquerdo e o dente do siso inferior direito estão ligados ao coração, nervos periféricos da língua, orelha externa média, lado lateral das mãos, lado plantar dos pés.
Dentes n.º 18 e n.º 19: O segundo molar inferior esquerdo e primeiro molar inferior esquerdo estão ligados aos pulmões, intestino grosso, nariz, lado medial dos pés, hallux, ombros, e cotovelos. O dente 18 também está ligado às artérias e quadríceps, e o dente 19 está ligado às veias.
Dentes n.º 20 e n.º 21: O segundo pré-molar inferior esquerdo e primeiro pré-molar inferior esquerdo estão ligados ao baço, esófago, estômago, língua, seio maxilar, mandíbula, articulação medial do tornozelo, parte anterior dos joelhos e do quadril, glândulas mamárias, isquiotibiais. O dente 20 está ligado aos vasos linfáticos, enquanto o dente 21 está ligado aos ovários e testículos.
Dentes n.º 22:  O canino inferior esquerda está vinculado aos ovários, testículos e fígado, seio esfenoide, articulação lateral do tornozelo, parte anterior dos olhos, parte posterior dos joelhos, articulação lateral dos tornozelos, quadril e glúteo máximo.
Dentes n.º 23, n.º 24, n.º 25 e n.º 26: Incisivo lateral inferior esquerdo, incisivo central inferior esquerdo, incisivo central inferior direito e incisivo lateral inferior
direito. Todos esses dentes estão ligados às glândulas supratrenais, aos rins, reto, bexiga, próstata, útero, ovários e testículos, parte posterior dos joelhos e tornozelos, seio esfenoidal e seio frontal.
Dentes n.º 27: Canino inferior direito. Ligado ao fígado, vesícula biliar, glúteo máximo, ovários, testículos, parte anterior dos olhos, articulação lateral dos tornozelos, parte posterior dos joelhos e quadril.
Dentes n.º 28 e n.º 29: Primeiro pré-molar inferior direito e segundo pré-molar inferior direito. Ligados ao pâncreas, esófago, estômago, língua, e articulação medial do tornozelo, parte anterior do quadril e joelhos, glândulas mamárias, isquiotibiais. O dente 28 também está ligado aos ovários e testículos, enquanto o dente 29 está ligado aos vasos linfáticos.
Dentes n.º 30 e n.º 31: Primeiro molar inferior direito e segundo molar inferior direito. Associados ao intestino grosso e pulmões, nariz, lado medial das mãos, pés hallux, ombros e cotovelos. O dente 30 também está associado às veias, enquanto o dente 31 às artérias.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: