A Reflexologia faz diferença no processo de fertilização?

SIM PODE FAZER!

“O meu testemunho: Fiz reflexologia durante o processo de fertilização FIV e fez toda a diferença, além de todo processo clínico, que implica a toma de vários comprimidos e injeções, foi complementado e reforçado, com as tratamentos de reflexologia. Com a estimulação de determinados pontos específicos o tratamento deu mais sucesso e fez a diferença . Quero realçar toda a parte humana da Maria João, o carinho a força, além do seu profissionalismo. Recomendo e agora estou muito feliz e concretizei o meu sonho o ser mãe” Anónima, Lisboa

A Infertilidade é conceituada como sendo uma alteração do sistema reprodutor feminino ou masculino, que diminui a capacidade de um casal de ter filhos.

Um casal é considerado infértil quando, após 12 a 18 meses de relações sexuais frequentes e regulares, sem nenhum tipo de contraceção, não consegue a gestação.

Principais causas da infertilidade:

 Infertilidade Feminina: Em cerca de 60% os problemas estão relacionados com alterações nas trompas por infeção pélvica, resultante de DSTs, endometriose, idade avançada, associada com baixa reserva ovariana e falha na ovulação, no caso de ovário policístico.

 Infertilidade Masculina: 40% dos casos estão diretamente ligado à ausência ou pouca movimentação de espermatozóides, à vasectomia e às alterações genéticas, como acontece com homens que têm fibrose cística.

 Outros fatores que contribuem para infertilidade tanto masculina, quanto feminina são o tabagismo, ou uso de drogas, a ingestão de álcool, a má alimentação, a obesidade e o sedentarismo, a idade e as doenças sexualmente transmitidas.

Durante todo o processo de infertilidade, as emoções e o stress podem afetar um ou os dois cônjuges e alterarem as relações familiares e socias, o bem-estar físico e mental, e causarem alguns problemas tais como:

 Redução da capacidade de óvulo ser fertilizado

 Problemas na ovulação

 Alteração no número e mobilidade dos espermatozóides

 Atrasos no ciclo menstrual

 Diminuição da libido sexual

A Reflexologia como uma terapêutica complementar pode ser de grande valia para promover o equilíbrio físico e emocional necessários à fertilização. Quando se procura uma solução para o problema da infertilidade é imperativo o entendimento da necessidade de tratar o corpo na totalidade.

Ao fazer Reflexologia podemos ter impacto sobre a fertilidade porque estimulamos o funcionamento do sistema nervoso e endócrino; e ajudamos a regularizar o sistema circulatório, linfático e ciclo menstrual.

Para cada tipo do processo de fertilização, existem protocolos específicos, que vão atuar sobre as necessidades de cada momento, exemplo: estimulação dos ovários, antes, ou depois da ovulação, antes da retirada dos óvulos, preparação do útero para implementação e outras fases.

Se quer saber mais em como a Reflexologia pode ajudar os casais, entre em contacto comigo.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: